quinta-feira, julho 06, 2006

É Organomecénico!

Arranco mais um pouco da pele necrótica que me dilaceraste…
A sensação quente do sangue (erótica!) foi tudo em que erraste.
As tuas garras afiadas abriram-me subtilmente a ferida…
No entanto, foi a dor aguda a mais profundamente sentida.

Uma explosão de minúsculas células brancas:
Factores, um Interferão e outras Citocinas,
A segregação de mais Imunoglobulinas…
Quantas mortes, quantas vidas?

É orgânico, (este) meu amor…
Tudo é orgânico.
A dor e o pânico…
Não!, tudo é organomecânico.

Le temps, c’est mon accompagnant.


("Souviens-toi que le Temps est un joueur avide
Qui gagne sans tricher, à tout coup! C'est la loi.
(…) la clepsydre se vide.
Tantôt sonnera l'heure où (…) tout te dira: Meurs (…) ! "

in L’horloge, Charles Baudelaire)


Dédié a ceux qui préfèrent des fleurs…

1 Sensações:

Blogger nhi sentiu...

Eu queria deixar um comentário interessante mas não me lembro de nada e por isso deixo um:

Nhi!

Nhi.

08 julho, 2006 22:05  

Enviar um comentário

<< Regressar à Nascente